sábado, 1 de maio de 2010

Poesia para as mamães, dia das mães!


Ser Mãe....


É sempre está cansada

De nunca ficar parada

De ter sempre o que fazer

É engolir quase inteiro

É não demorar no banheiro

E se aprontar sem se ver

É acordar de madrugada

E não dormir quase nada

Se um filho (a) adoecer

De novo ler histórinha

Os contos da carochinha

Para o filho(a) adormecer

É inventar pratos mil

Se um filho(a) com fastio

Inventar de não comer

É estudar outra vez

Todo o curso que fez

Para o filho(a) aprender

Outra vez brincar de roda

E estar dentro da moda

Quando a filhinho(a) crescer

É ouvir música chata

E querer as serenatas

Que só lhe dão prazer

É curtir uma quadrilha

Quando então é seu(sua) filho(a)

Que vai dançar pra valer

Ser Mãe...

É virar uma semente

Pra viver novamente

Quando o filhinho(a) nascer.
Postar um comentário